CANIL BONNE SANTÉ

OPÇÕES
Pesquisa
Avalie meu site
Total de respostas: 61

Início » 2015 » Julho » 20 » Tosse dos Canis
11:41 PM
Tosse dos Canis

Também conhecida como Traqueobronquite Infecciosa Canina,  traqueíte, a Tosse dos Canis e seus sintomas...

Seu cão apresenta sinais como tosse, espirros, febre e falta de apetite? Cuidado! Ele pode estar com Tosse dos Canis. 

A tosse dos canis é causada principalmente por três agentes infecciosos, uma bactéria de nome Bordetella bronchiseptica (que tb afeta seres humanos) e dois vírus, Parainfluienza e Adenovírus, agindo de forma isolada ou em combinação.Ela pode ficar incubada por 10 dias no animal antes de se manifestar.

Tosse dos Canis – Sintomas

Normalmente nos cães acometidos pela gripe, os principais sintomas observados são acessos de uma tosse seca, continua, parecendo que o animal está engasgado, às vezes expectorando um tipo de espuma branca.

Essa tosse costuma piorar com exercícios físicos ou agitação. A doença pode gerar broncopneumonia, que dá apatia, febre, corrimento nasal esverdeado e espesso e ou perda de apetite.

Em casos mais graves seu cão pode apresentar secreção nos olhos, coriza, falta de apetite e febre.

Nos filhotes e nos animais mais debilitados o quadro pode evoluir para situações mais complicadas, como pneumonia, por exemplo.

E, você sabe, em animais ou seres humanos, a pneumonia, se não for bem tratada, pode causar a morte!

Tosse dos Canis – Contágio

Altamente contagiosa, animais sadios em contato com animais doentes podem desenvolver a doença dada a exposição a tosse ou espirros dos animais infectados.

É daí que surge a denominação tosse dos canis, pois a doença torna-se comum onde vários cães são confinados juntos, como canis, petshops e lojas de animais.

Ela pode aparecer em qualquer época do ano, porém há uma maior predisposição nos meses frios. Por isso os cuidados nesse período devem ser redobrados.

Tosse dos Canis – Tratamento

Procure seu veterinário imediatamente se suspeitar da doença. Ele poderá dizer qual é o agente causador e qual é o tratamento que o cão deverá ter.

Em muitos casos, isso consiste no uso de antibióticos, xaropes para alívio da tosse, antiinflamatórios e, muito importante, confinamento do animal, evitando que ele fique exposto ao frio, vento e umidade.

Normalmente, se na casa de um cão infectado há outros cães, estes também desenvolverão a doença. Por isso, é bom levar todos os animais ao veterinário.

 Muitas vezes este sintoma também ocorre em animais cardiopatas (animal com problemas cardíacos), particularmente nos animais idosos. 

Tosse dos Canis – Prevenção

A prevenção da gripe dos canis se faz através da vacinação. Além da vacina anti-rábica e da vacina múltipla v10, todos os cachorros devem receber uma dose da vacina contra a tosse dos canis a partir dos dois meses de vida, com reforço anual.

Obs: Em nossa região, os animais precisam a vacina Pneumodog ou Novibac Kc inalatoria!!

 

VACINAS ESPECÍFICAS CONTRA A TRAQUEOBRONQUITE INFECCIOSA CANINA (= TOSSE DOS CANIS = GRIPE CANINA). Vacina: BronchiGuard (injetável). Contra: Bordetella bronchiseptica (bactéria). Administração: injeção subcutânea. Idade mínima para que o cão seja vacinado: 8 semanas de idade. Primeira vacinação: 2 doses com intervalo de 2 a 4 semanas. A imunidade se inicia 21 dias após a administração da segunda dose. Reforço: 1 dose anual. Em determinadas situações de maior risco de exposição, tais como acasalamento, exposições e outras, é indicado um reforço adicional ou a revacinação anual poderá ser realizada 2 a 4 semanas antes daqueles eventos. Proprietário e fabricante: Pfizer Animal Health, USA. Procedência: Estados Unidos da América. Vacina: Bronchi-Shield III (intranasal). Contra: Bordetella bronchiseptica (bactéria), Parainfluenza canina (vírus) e Adenovírus canino tipo 2 (vírus). Administração: instilação intranasal. Idade mínima para que o cão seja vacinado: 8 semanas de idade. Primeira vacinação: 1 dose. Reforço: 1 dose anual. Proprietário e fabricante: Fort Dodge Laboratories, Inc. Fort Dodge – Iowa, USA. Procedência: Estados Unidos da América. Responsabilidade técnica: Dr. Christopher Roger White, CRMV-SP 8473. Vacina: Nobivac KC (intranasal). Contra: Bordetella bronchiseptica (bactéria) e Parainfluenza canina (vírus). Administração: instilação intranasal. Idade mínima para que o cão seja vacinado: 3 semanas de idade. Primeira vacinação: 1 dose. Reforço: 1 dose anual. Proprietário e fabricante: Intervet International B.V. – Boxmeer, Nederland‎‎. Procedência: Holanda. Responsabilidade técnica: Dr. Byron G. Moreira da Silva, CRMV-SP 4139. Vacina: Pneumodog (injetável). Contra: Bordetella bronchiseptica (bactéria) e Parainfluenza tipo 2 (vírus). Administração: injeção subcutânea ou intramuscular. Idade mínima para que o cão seja vacinado: para os filhotes nascidos de mães não vacinadas, 1ª dose na 4ª semana de idade; para os filhotes nascidos de mães vacinadas, 1ª dose na 6ª semana de idade. Primeira vacinação: 2 doses com 2 a 3 semanas de intervalo (filhotes e adultos). Reforço: 1 dose anual. Proprietário e fabricante: Merial – Lyon, França. Procedência: França. Responsabilidade técnica: Dr. Emílio C. Salani, CRMV-SP 3085.

Visualizações: 811 | Adicionado por : dilminha | Tags: tosse dos canis, traqueíte, Traqueobronquite Infecciosa Canina | Ranking: 0.0/0
Total de comentários: 0